quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Em Caná

Em Caná, Jesus não parou aquela festa dizendo a todos: - Atenção, por favor, vou dar início aos milagres em meu ministério.
Não, Jesus não fez isso! Pelo contrário o seu primeiro milagre foi visto por um pequeno grupo de pessoas; no entanto, todos ali se beneficiaram. Foi assim também com o seu nascimento, sua morte e ressurreição; poucos presenciaram, mas que benefício para toda a humanidade!!!

(texto extraído do livro "Que bom que ele estava ali!" de Carlos Barabás)

Curso - O Contador de Histórias Bíblicas

  • CURSO: O CONTADOR DE HISTÓRIAS BÍBLICAS. 
  • MINISTRADO POR: Carlos e Roberta Barabás
  •  DATA: 21 e 28 de fevereiro 2015 
  • HORÁRIO: das 09h às 13h
  • CARGA HORÁRIA: 8h
  • NÚMERO DE VAGAS: 12
  • VALOR: R$ 90,00

Não há nada tão fascinante como ouvir uma história. Uma história bem contada, é claro! Pode ser um conto, uma piada, um causo... a verdade é que as histórias têm o poder de atração. Elas envolvem e despertam o nosso imaginário. Por meio delas, “viajamos” a lugares distantes.
Deus, em sua inigualável sabedoria, usou o método de contar histórias para transmitir ao seu povo, de geração a geração, a cultura, os princípios, as leis, as tradições e as celebrações.

  • O objetivo do curso “O Contador de Histórias Bíblicas” é oferecer técnicas e métodos para aperfeiçoar aqueles que amam contar histórias para crianças, jovens, adultos e idosos.
  • Público Alvo: Professores, pedagogos, psicopedagogos, fonoaudiólogos, pastores, pais, avós e demais interessados.

·         AULAS

1ª.  Aula:  dia 21/02/2015
Horário: 9h às 13h

O cérebro e a história;
Linguagem;
Voz;
O contador de histórias. 

2ª. Aula: dia 28/02/2015
Horário: 9h às 13h

A estrutura. – O corpo, a alma e o espírito da história.

  •       LOCAL: Local: Av. Nova Cantareira, 291 - Sala 12 – São Paulo/SP.
  •       Curso apostilado
  •       Entrega de certificado ao final do curso
·         CURRÍCULO DOS PROFESSORES
Roberta Barabás é  doutoranda do IPEN/USP, graduada em Letras com Habilitação em Língua e Literatura Inglesas. É especialista em Educação com enfoque em Aprendizagem e Linguagem  (Lato Sensu) e  pós-graduada em Linguagem, Aprendizagem e as Neurociências.

Carlos Barabás é graduado em Ciências Sociais – filosofia, sociologia, antropologia e ciências políticas. Possui formação teológica pelo Instituto Bíblico Verbo da Vida (SP) e formação para ensino de crianças pela Aliança Pró- Evangelização de Crianças (APEC). É escritor com diversos títulos publicados. Larga experiência na formação de professores, pastoreou crianças por muitos anos. Hoje exerce o ministério de pastor e diretor da escola Uma Semente de Fé

Os interessados deverão enviar um e.mail para: umasementedefe@gmail.com


Caso exista interesse de levar esse curso para a sua igreja, entre em contato conosco para agendarmos a data.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Jornada da Fé - 2015


Jornada da Fé 2015.

Você já fez o propósito de ler toda a Bíblia durante o ano e não conseguiu?

Começou bem, mas devido a vários motivos esse propósito acabou frustrado.

Que tal ler a Bíblia completa em 2015? Ou melhor! Que tal fazer isso juntamente com outros irmãos?

Se você tem interesse de iniciar essa "Jornada da Fè" em 2015, nos envie um e.mail para que possamos lhe enviar as informações para essa grande jornada.

e.mail: umasementedefe@gmail.com

Deus abençoe.
Prs.Carlos e Roberta Barabás.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

O que é necessário para os líderes nessa geração

O que é necessário para os líderes nessa geração:
  1. Líderes que não abram mão dos valores bíblicos;
  2. Líderes menos políticos;
  3. Líderes menos vaidosos;
  4. Líderes mais servos;
  5. Líderes mais ungidos.
Que eu e você sejamos assim!


Carlos Barabás

Informações de Cursos para 2015

Em 2015 , Uma Semente de Fé – lançará vários cursos para a formação e capacitação de obreiros e líderes de ministérios.

Serão cursos abordando diversos temas sobre liderança ministerial, com diferentes cargas horárias, tanto nos dias da semana como também nos finais de semana.

Os cursos serão ministrados por excelentes professores, que contam com grandes experiências no ministério, além de um ótimo material didático e instalações apropriadas.

Os cursos também podem ser ministrados nas igrejas para a liderança local.
Acompanhe Uma Semente de Fé pelas redes sociais e se desejar entre em contato pelo e.mail: umasementedefe@gmail.com

Deus abençoe.

Pr.Carlos Barabás
Uma Semente de Fé.

Ensino que gera vida. Excelência no aperfeiçoamento.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Criança

Quem já foi criança sabe o que era jogar bola na rua, pular corda e amarelinha. Também se lembra de como era jogar bolinha de gude e peão, correr atrás de balão, assoprar bolinhas sabão, brincar até tarde na rua e de como era correr até o mercadinho para comprar alguma coisa para a mãe.
Sabia subir em árvores e gostava de andar descalço. Dedão do pé e joelhos sempre esfolados.

Tudo era bem diferente.
A escola era diferente.
O tempo era diferente...

Criança moderna mora em apartamento, mas vive mesmo é no vídeo game.
Só vê o pai e a mãe de noite. Seu estômago é bem amigo da “Sadia”.
Sabe mexer no Ipad e navegar pela internet.  O controle está em suas mãos.
Seu quintal é o Shopping Center. Seus amigos são do Face.

Duas coisas as crianças de ontem e as de hoje têm em comum.
Sabe o quê?
O sorriso e o choro.
Isso, sim, nunca  mudará.

Texto de Carlos Barabás


Curso - Fundamentos Ministeriais

Curso: Fundamentos Ministeriais.
Ministrado pelo Pr.Carlos Barabás.

Requisitos essenciais na vida de um pregador da Palavra de Deus.

Todos aqueles que têm o chamado de Deus em seu coração para ensinar e pregar a Palavra devem estar preparados e aprovados diante do Senhor para essa obra tão importante e de grande valor.

Ensinar a Palavra de Deus é um grande privilégio e também uma grande responsabilidade.

Um bom discurso, eloquência e desinibição diante da congregação e conhecimento bíblico não são suficientes; é necessário ter vida e intimidade com o Senhor.

Esse curso aborda os requisitos essenciais para todo aquele que deseja ensinar ou pregar a Palavra de Deus, quer em uma classe da escola dominical, um grupo de discipulado, uma célula ou em um púlpito.

Ao final do curso o aluno terá compreendido a importância de construir sólidos fundamentos para o pleno desenvolvimento do seu ministério.

Público Alvo: Professores de escola dominical, discipuladores, pastores, pregadores, missionários, evangelistas, profetas, mestres, apóstolos, líderes de células e demais líderes ministeriais.

Carga horária total: 08 horas (distribuídas em 2 sábados das 9h às 13h)

Datas: 08 e 15 de novembro 2014

Número de vagas: 10

Curso apostilado e com certificado.

Investimento: R$ 180,00 (depósito ou transferência bancária)

Local: Av. Nova Cantareira, 291 Sala 12

Mais informações entre em contato pelo e.mail. umasementedefe@gmail.com

(É reservado o direito de cancelamento do curso, caso não seja atingido o número mínimo de alunos. Havendo o cancelamento do curso, o valor depositado pelo aluno será devolvido)

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

"MasterChef"

De longe o cheiro de comida podia ser sentido. Quanto mais ele se aproximava, mais forte, delicioso e tentador aquele cheiro ficava.

Jacó, um excelente chef, especialista no preparo de guisados, sabia muito bem utilizar os temperos e agradar a todos com os seus pratos. Até mesmo um simples ensopado de lentilhas se transformava em um banquete em suas habilidosas mãos.

Quando Jacó preparava a comida, todos sabiam que algo muito gostoso seria servido. Com certeza, seria o vencedor do MasterChef.

Esaú estava voltando do campo. Havia ido caçar. Faminto e exausto. Como dizem por aí, “estava com a fome de um leão”.

Aquele aroma delicioso deixou o caçador ainda mais faminto.  O estômago roncava, suas pernas estavam fracas da longa caminhada.  A tenda de Jacó era o  endereço certo para matar  aquela fome.

Sem cerimônias, Esaú aproximou-se da tenda de seu irmão a tempo de vê-lo finalizando o delicioso  guisado. O caldeirão ainda estava fervendo e Jacó experimentava o último toque de tempero, lambendo a palma da mão, com ar de aprovação.

- Jacó, me deixa  comer desse guisado vermelho. Estou morrendo de fome - disse Esaú ao seu irmão, com ar desesperador.

- É claro que pode comer. Já está pronto. Pegue um prato, os talheres, não esqueça o guardanapo - Jacó respondeu.

A concha cheia do delicioso guisado estava a ponto de ser derramada no prato de Esaú quando Jacó interrompeu dizendo: - Você pode comer, mas antes me vende o direito de primogenitura. Vamos fazer uma troca. Eu dou a comida e você me dá o direito de ser o primogênito.

Prato na mão, concha cheia, estômago vazio.

 - Pode ficar com isso. Estou morrendo de fome. Afinal,  do que me valerá esse direito?
Diante daquela panela, Esaú fez um juramento e selaram aquela “venda”.

- Coma à vontade, meu irmão. Tem muita comida aqui. Pegue esse pedaço de pão e essa taça de vinho também.

Várias conchas de guisado foram derramadas no prato de Esaú. Ele comeu. Encheu a barriga, matou a fome, se levantou satisfeito da mesa e seguiu seu caminho palitando os dentes.

A Bíblia usa uma expressão muito forte a respeito da atitude de Esaú: “Assim Esaú desprezou o seu direito de primogenitura” (Gn.25.34).

É um problema quando a “fome” aperta. Trocas erradas podem acontecer se não soubermos dominar aquilo que fica gritando dentro de nós. No caso de Esaú, o estômago. No nosso caso, as necessidades.

Não abra mão do que pertence a você, mesmo quando algo parece ser atraente, apetitoso e cheiroso.

Esaú em poucas horas estaria com fome novamente. Aquele guisado seria coisa do passado. A fome foi saciada por algum tempo. Mas abrir mão da sua primogenitura custou para ele algo precioso: deixou de receber por direito o dobro da herança de seu pai. “MasterTolice”.

Texto de Carlos Barabás
(Gênesis 25.29-34)


sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Lá vem o sonhador

“Lá vem o sonhador”. Foi essa a frase que os irmãos de José falaram uns aos outros, quando o viram de longe.

Inveja, raiva e ciúmes transpiravam pelos poros daqueles jovens.

Antes mesmo que José se aproximasse de onde estavam uma trama já estava arquitetada para matá-lo.

Sonhadores causam problemas. A cabeça deles está mais no céu do que na terra. “Quem ele pensa que é” dizem os outros. Sonhar pode incomodar muita gente, até mesmo irmãos. Ainda mais quando esses sonhadores usam as suas túnicas coloridas, presenteada pelo pai, diferenciando-se pela diversidade e pelo amor.

Há propósitos nos sonhos que Deus nos dá. Há mensagens. É profético.

Continue a sonhar. Mesmo que alguns torçam seus narizes contra você. Afinal não são todos que entendem sonhos que vem de Deus.

Use a sua túnica colorida.

Mantenha a cabeça no céu.

Sonhe sonhos de Deus.

Bons sonhos...

Texto de Carlos Barabás.
(Gênesis 37.19)


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

- O que você está fazendo?

Certo domingo, não muito tempo atrás, eu estava folheando a Bíblia procurando um texto para ler na abertura do culto. Sentei-me ao lado do palco e comecei a ler algumas passagens. Foi quando o Heitor aproximou-se de mim, agachou-se e ficou me observando atentamente, bem quietinho.

Continuei a folhear a Bíblia, só esperando uma reação da parte dele.

Depois de certo tempo, com a voz bem baixinha ele rompe aquele silêncio e pergunta: - O que você está fazendo?

Olhei para que ele, que aguardava uma resposta e disse: - Estou procurando um versículo na Bíblia.

- Achou?
- Ainda não.

A conversa parou por ai mesmo. Ficamos assim por um bom tempo. Eu foleando a Bíblia e ele me observando bem atento e pacientemente. Seus olhinhos se movimentavam rapidamente, ora olhavam para mim, ora para Bíblia.

Essa foto foi tirada sem que nós dois soubéssemos que estávamos sendo fotografados.

Observando essa imagem percebo algumas coisas interessantes. Primeiro: a grande importância que há em formar discípulos. Segundo: a responsabilidade de ensinar os princípios de Deus para a próxima geração. Terceiro: Estamos sendo observados, tanto por aqueles que estão próximos, como por aqueles que estão distantes. Quarto: Temos que ter um coração puro e simples diante do nosso Pastor (Jesus).

Vou guardar essa foto com muito carinho. Uma recordação valiosa.

Sei que daqui a alguns anos, o Heitor também estará folheando a sua Bíblia e outra criança estará a sua frente, como nessa foto.

 “Uma geração contará à outra das tuas obras e anunciará os teus atos poderosos” Salmo 145.4


Texto de Carlos Barabás

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Preparo: Tempo e Aprendizado

Gosto muito de ler na Bíblia a história da vida de Josué. Esse homem recebeu de Deus a missão de conduzir os hebreus, depois da morte de Moisés, a entrarem e possuírem Canaã, a Terra Prometida.

É interessante observar que antes de Josué ter sido um grande líder, ele havia sido servidor (auxiliar) de Moisés por muito tempo.

A responsabilidade de Josué era grande, mas essa missão não lhe foi dada de qualquer maneira, ele foi treinado e preparado para assumir essa responsabilidade. A liderança não caiu na sua cabeça do dia para a noite.

A ideia de que Josué foi colocado em uma “fogueira” é errada. Veja o que a Bíblia diz a respeito disso em Nm.27.18-20: “Então o SENHOR disse a Moisés: Toma Josué, filho de Num, homem em quem há o Espírito, e impõe-lhe as mãos; apresenta-o diante do sacerdote Eleazar e de toda a comunidade, e ordena-o diante deles; e porás da tua glória sobre ele, para que toda a comunidade dos israelitas lhe obedeça.”
Josué foi um homem preparado para assumir a liderança do povo, mas antes disso acontecer houve um tempo muito importante chamado de “preparo”.

Quando Deus chama os seus servos Ele os capacita para a sua obra. Por isso é muito importante o tempo de preparo e o aprendizado.

Hoje infelizmente não há muita evidência e investimento nesse “preparo” daqueles que dizem ter um chamado de Deus. Cada dia vemos mais lideres desqualificados para estarem a frente da obra de Deus, ao invés de conduzirem o povo de Deus a conquista das promessas, o levam a seguir a visão humana e suas próprias vaidades.

É fundamental e urgente que as igrejas e seus líderes preparem “Josués” para assumirem a liderança da igreja.

Você que tem um chamado deve ter em mente duas coisas importantes. A primeira é que o tempo é teu amigo, e não o teu inimigo. É preciso amadurecer, orar, jejuar e principalmente servir. Segundo: aprenda com homens de Deus a respeito da obra do Senhor, siga o seu líder, estude a Palavra de Deus, leia a respeito da história da igreja, ande com pessoas cheias do Espírito Santo, isso faz toda a diferença.

Gosto muito do versículo em que Deus diz para Josué: “Não te ordenei isso? Esforça-te e sê corajoso; não tenhas medo, nem te assustes; porque o SENHOR, teu Deus, está contigo, por onde quer que andares”.

Prepare-se!


Há uma grande obra a ser feita.

Texto de Carlos Barabás.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Quem já não teve medo?

Quem já não temeu diante de uma noticia ruím? As vezes um diagnóstico, uma demissão, a ligação de um polícial avisando sobre um acidente, o resultado de uma prova. Todos nós já passamos por momentos em que o coração dispara diante de noticias assim.

Isso também aconteceu com Jeosafá, rei de Judá, quando trouxeram noticias nada animadoras para ele e para o seu reino. Disseram: "Vem contra ti uma grande multidão,... e eis que já estão em..." (2Cr.20.2).

Essa grande multidão que já estava a sua porta, eram os inimigos de Judá, que vieram para guerrear. Não vieram entregar flores nem caixas de bombons ao rei.

A Bíblia nos diz: "Então, Jeosafá teve medo..." Quem não temeria diante de uma noticia dessa, mas a reação de Jeosafá fez toda a diferença. O medo veio mas o rei "...resolveu buscar ao Senhor,... (2Cr.20.3). Aqui está uma atitude correta diante do medo; buscar ao 
Senhor e ouvir dEle as boas noticias (Boas Novas).

Se o rei Jeosafá se entregasse ao medo e buscasse soluções humanas para aquela situação ele fracassaria, mas a atitude de buscar ao Senhor trouxe a ele a vitória.

A Bíblia nos diz em 1João 4.18 "No amor não há medo, pelo contrário, o perfeito amor elimina o medo...".

Para combater o medo precisamos ter uma revelação profunda do amor de Deus.

Se hoje você esta vivendo sob o tormento do medo, apegue-se ao amor de Deus. Ele te ama, e assim como os pais cuidam e amam os seus filhos, Deus que é o nosso Pai de Amor, cuidará da tua vida e te sustentará nesse momento.

Deus trouxe o livramento para Jeosafá. Não foi fácil para o rei. Não é fácil nem para mim, nem para você. Mas vamos confiar no amor do Pai e tomar hoje mesmo uma atitude de buscá-lo diante do medo que deseja nos atormentar.

Deus abençoe.
Pr.Carlos Barabás.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Assim como o sol nasce a cada manhã manifestando todo o seu esplendor, a Moriá Comunidade Pentecostal nasce manifestando o esplendor da Glória de Deus.

"O teu sol nunca mais se porá, nem a tua lua minguará, porque o SENHOR será a tua luz para sempre, e os teus dias de luto terminarão." Isaías 60.20

Nascemos para anunciar a uma geração as grandezas de Deus!


sexta-feira, 9 de maio de 2014

Seu nome é Mãe

Ela me guarda
Protege e cuida
Está sempre ao meu lado

Vela e zela
A luz da minha vela
Que ilumina a escura noite

Se eu a chamar ou chorar, ela vai escutar
Com suas asas, me abraça
Seus olhos nunca me perdem

Nas noites frias, me cobre
Nos seus lábios, sempre há uma prece
Seu colo é sempre gostoso

Sabe do que gosto
Não há esforço que ela não possa fazer
Problemas que não possa resolver

Chora por mim
Sorri para mim
Ajoelha por mim

Conhece o meu passado
Está no meu presente
Sonha com o meu futuro

Nela está o meu coração
Sem que eu perceba
Lá está ela... o meu anjo

O meu anjo tem nome
Um nome bem conhecido
Seu nome é mãe

de Carlos Barabás

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Uma túnica nova

Todos os anos, sua mãe (Ana) lhe fazia uma pequena túnica e a levava para ele (Samuel) quando subia com o marido para oferecer o sacrifício anual. 1Sm 2.19

Todos os anos Ana fazia uma túnica pequena e levava para o seu filho Samuel, que servia ao Senhor no templo, junto ao sacerdote Eli.
Samuel estava crescendo como toda criança, e precisa de uma túnica de acordo com o seu tamanho.
Você tem crescido?
Não estou falando fisicamente, mas espiritualmente. Precisamos de tempos em tempos de “túnicas novas”. A túnica de ontem (dias passados) não serve mais.
Você cresceu na oração, na adoração, na fé, nos dons e está enchendo-se do Espírito Santo a cada dia.
Há uma palavra certa para isso: Amadurecimento.
O desejo de Deus é que seus filhos sejam maduros (espiritualmente), e que não vivam na infantilidade (espiritual) fazendo coisas que são típicas de crianças.
E o menino Samuel continuava crescendo em estatura e em graça, tanto diante do SENHOR como diante dos homens. 1Sm.2.26.
Prepare-se há uma túnica maior chegando para você!

Texto de Carlos Barabás

Inversão de valores

Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem, mal; que transformam trevas em luz, e luz em trevas, e o amargo em doce, e o doce em amargo! (Is.5.20)

O profeta Isaías foi levantado por Deus em meio a uma geração espiritualmente em ruínas.
A sua mensagem era dura e clara a respeito do julgamento do Senhor para aquela nação esquecida dos valores espirituais e morais.
Os valores estavam invertidos. Aquilo que Deus considerava errado o povo não considerava.
Isso não é diferente em nossos dias. Vivemos em meio a uma geração, que também está invertendo aquilo que Deus considera certo.
Há uma expressão muito engraçada “a banana está comendo o macaco”. É mais ou menos isso que vivemos hoje.
Devemos entender que Deus estabeleceu uma ordem e não podemos invertê-la. Inverter a ordem trará desordem.
Isaías foi claro “Ai dos que...” isso representa condenação e juízo.
Estabeleça a Palavra de Deus como valor absoluto em sua vida, e não aceite qualquer inversão fora da ordem de Deus.


Texto de Carlos Barabás

quinta-feira, 27 de março de 2014

Um convite ao descanso

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados,
e eu lhes darei descanso”. Mt 11.28

É muito bom receber convites, principalmente, para festas. Nesse texto, Jesus nos convida a ir a um lugar: o lugar do descanso. Os seus convidados têm as seguintes características: estão cansados e sobrecarregados. Você se encaixa nesse perfil dos convidados do Senhor?

A vida não é fácil. Correria, pressões, exigências, trânsito, contas, compromissos... tantas coisas com  as quais  temos que lidar diariamente. Apesar de tudo isso, existe um descanso em Jesus.

O que temos que fazer? Esse verso nos ensina:  venham a mim . Ir a Ele é o convite que é feito por Jesus e é suprido nEle mesmo. Ou seja, eu vou para o Senhor e nEle encontro o descanso que preciso para viver o meu dia-a-dia e as minhas obrigações.

Como eu vou até Jesus? Crendo na Sua palavra, tendo comunhão com Ele, descansando em Suas promessas e confiando que Ele está cuidando de mim em todo o tempo.

Aceite o convite e aproveite a festa. Há descanso para você hoje!


Autoria do texto: Pr. Carlos Barabás


terça-feira, 25 de março de 2014

Como quem vê aquele que é invisível.

“Pela fé deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como quem vê aquele que é invisível” Hebreus 11.27

A fé de Moisés nos ensina a vencer o lugar da escravidão, a não temer a tirania do inimigo opressor, a ficar firme e confiante na Palavra de Deus e, acima de tudo, a enxergar aquele que é invisível: Deus.

O falecido pastor Oral Roberts, em seu livro Still Doing the Impossible (Ainda Fazendo o Impossível, 2002 – tradução livre), diz: “Quando você vê o invisível, você pode fazer o impossível”.

Moisés não poderia ver o Senhor com os seus olhos naturais, mas ele O enxergou com os olhos da fé, e por isso pôde permanecer firme em sua fé.

Esse é um dos grandes ensinamentos a respeito de fé, porque a fé é a prova das coisas que não se vêem (Hb 11.1).

Como Moisés, enfrentamos a opressão de um tirano, o diabo, que deseja nos destruir e nos enfraquecer na fé. Mas se colocarmos os olhos do nosso espírito nAquele que é invisível, também faremos o impossível.

Deus nos deu esses exemplos de homens e mulheres em Hebreus 11 para que olhássemos para eles e pudéssemos, também, andar em uma verdadeira vida de fé e vitória.


Autoria do texto: Pr. Carlos Barabás

segunda-feira, 24 de março de 2014

Segunda-feira brava!

Segunda-feira brava.

Quem disse que ela é brava?

A semana começou novamente. Trabalho, estudo, compromissos, limpeza da casa, e assim vai...

O corpo queria ficar mais um pouquinho na cama, mas não teve jeito, o negócio foi encarar e levantar.

Certo dia na vida de Josué (não sei se foi uma segunda-feira), Deus disse que era necessário que ele se esforçasse e que também tivesse ânimo. Havia muito o que fazer.

Não é o seu caso também? Há muito o que fazer essa semana, e Deus sabe disso.

Como ele esteve com Josué estará com você a cada dia, dando-lhe força, sabedoria e livramento.

Não é bom começar uma segunda-feira assim?


Texto de Carlos Barabás

sexta-feira, 21 de março de 2014

"Mais, mais e mais"

Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente; quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido. Eclesiastes 5.10.

“Mais, mais e mais”. Esse é o pensamento do avarento. Daquele que ama o dinheiro e faz de tudo, inclusive passar por cima de valores (usei a palavra valores para brincar com o contexto), para conquistar e possuir mais.

O dinheiro em si não é mal. Precisamos dele. Ele tem o seu valor (de novo). O problema é aplicar o coração e todas as forças que possuímos para obtê-lo.

Qual é a sua relação com o dinheiro. É um caso de amor?


Ame ao Senhor e seja fiel a Sua Palavra. Isso guardará o seu coração e te dará fundamentos corretos para prosperar.

Texto de Carlos Barabás

quinta-feira, 20 de março de 2014

Este é o dia que o Senhor fez, alegre-se



“Este é o dia que o Senhor fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele” Salmo 118.24

Agora mesmo, nesse instante, você está provando algo que Deus fez - Ele criou esse dia!
Quantas vezes reclamamos, murmuramos e não percebemos que o dia em que estamos vivendo foi criado de maneira especial pelo Senhor. A Bíblia nos ensina a viver esse dia com alegria. Talvez você até tenha motivos para ficar chateado, nervoso e irritado, mas isso não mudará nada, mas alegrar-se em Deus sim.
Essa alegria não é baseada em sentimentos e emoções, mas sim na fé que temos nEle. Sendo assim, viva esse dia feliz.
Mude a atitude do seu coração e o seu rosto expressará essa alegria.

Texto de Carlos Barabás.